Cuidados com alimentos que causam dependência

Resultado de imagem para Cuidados com alimentos que causam dependência

Cuidados com alimentos que causam dependência

Existem alimentos ricos em substâncias que estimulam o cérebro da mesma forma que o fazem as drogas, podendo criar uma dependência com o tempo. Quando a fome como uma necessidade biológica passa a se tornar um vício?
No outro dia falávamos de pessoas que têm problemas de vício em comida, mas é que há comidas que nos entusiasmam e alimentos para os que não podemos resistirmos e que nos procura, muitas vezes, como é o caso do chocolate, o queijo, os doces, hambúrgueres etc…
Muitas vezes, quando comemos esses alimentos, nos sentimos culpados por ter quebrado a nossa força de vontade, mas existe uma explicação médica para esta reação: são alimentos que estimulam os centros cerebrais do prazer através de várias substâncias químicas, que nos proporcionam sensações de bem-estar, da mesma forma que o fazem as drogas. Essa é a razão por que nós somos muito mais vulneráveis a eles quando temos um dia mau, muito estresse estamos baixos de moral.
Se consumirmos esses alimentos dependência, com muita frequência, podemos entrar em um círculo vicioso em que quanto mais alimentos deste tipo consumimos, mais prazer é gerado no corpo e este nos pede mais alimentos viciantes, para manter essa sensação prazerosa. Esta é a forma em que as pessoas se tornam dependentes para os alimentos. E as consequências disso, são muito visíveis… o aumento descontrolado de peso.

O que é o vício da comida?
O vício em comida, é um problema que pode vir a se tornar uma verdadeira doença. Ocorre quando aparece uma obsessão pela comida, o peso e a imagem corporal. É um problema semelhante ao alcoolismo, uso de drogas, com a diferença de que a dependência destas substâncias se resolve sem voltar a testá-la nunca mais, mas um viciado em comida, não pode deixar de se alimentar, porque, obviamente, ele morreria e as tentações, estão ao virar da esquina.
Para evitar a dependência alimentar, há que aprender a reconhecer os alimentos mais viciantes para evitar seu consumo em grandes quantidades e seguir uma alimentação saudável e equilibrada, que não nos leva a ter carências e, assim, evitar as obsessões relacionadas com a comida, pois este tipo de pessoas, pode desenvolver bulimia, anorexia, vigorexia, ortorexia qualquer outro transtorno psicológico relacionado com os alimentos.
Os alimentos que causam dependência, podem ser consumidas, mas com muita moderação, para que o nosso organismo não se acostume a sentir o prazer que nos ocorrem de forma regular e depois não precisar de forma habitual para continuar sentindo esse prazer.

Resultado de imagem para chocolate cafe e queijo

Quais são os alimentos mais viciantes?
Os alimentos, principalmente as gorduras e os açúcares refinados, quando são digeridos, o nosso intestino produz uma série de receptores que são neurotransmissores semelhantes a alguns compostos presentes na maconha, que ativam os neurônios do centro de prazer do cérebro (nucleus accumbens). Esse processo desencadeia uma conduta esta é la goulue que nos faz ingerir grandes quantidades desse alimento, que pode resultar em uma dependência deste tipo de alimentos por excessiva de receptores para os centros cerebrais do prazer que nos convide a repetir o seu consumo em busca dessa sensação prazerosa.

Chocolate:
Tem uma grande quantidade de substâncias químicas que influenciam vários receptores neuronais. São substâncias parecidas com a dos canabinóides da maconha e compostos das anfetaminas. A principal ação é energizante e estimulante pelo seu conteúdo em cafeína e teobromina, mas também acalma a ansiedade por ser rico em hidratos de carbono e gorduras vegetais. Além disso, acalma a depressão através da feniletilamina, que é uma substância que provoca a mesma sensação no verão.
O seu consumo moderado, é muito benéfico. Há mesmo estudos que demonstram que, tomando 38grs de chocolate preto por dia, este nos ajuda a emagrecer. Mas, se nos damos grandes compulsão de chocolate, podemos cair em uma dependência do mesmo.

Depois do chocolate, o queijo é um dos alimentos que mais viciados produz.
No leite materno, há muitas substâncias com efeitos psicológicos para o bebê, algumas delas, lhe proporcione segurança, sono e um link especial com a mãe. Quando vamos crescendo, às vezes mantemos o hábito de tomar um copo de leite antes de ir dormir. A razão que nos cause sonolência é a caseína, que é uma proteína do leite que, ao ser digerida produz cerca de péptidos de natureza opiáceo conhecidos como casomorfinas que favorecem o sono. Os queijos, a quantidade de caseína está muito mais concentrada.
Na dependência dos lácteos, também desempenha um importante papel ao seu sabor agradável e a quantidade de variedades que existem no mercado.
Adicionar queijo em todas as refeições, ter o desejo de tomar queijo, pode estar relacionado com a necessidade de cama e tranquilidade diante de situações estressantes, quando não podemos controlar a nossa ansiedade. É por isso que os fabricantes de comida oferecem variações com queijo de muitos de seus produtos porque eles sabem o engate” que produz a algumas pessoas.

Resultado de imagem para cafe

Café
A cafeína e teína, são estimulantes naturais para manter uma boa atividade. Muitas pessoas as consomem de forma habitual pela manhã, para que lhes ajude a compensar. O problema é quando não conseguimos parar de tomar o café chá. Excesso de cafeína pode nos trazer problemas físicos, como ansiedade, alterações no ritmo cardíaco, hipertensão etc…

O que podemos fazer para prevenir o vício da comida?
Evitar pular refeições: desta forma, evitar ter ataques compulsivos de fome que nos incitam a comer de forma descontrolada.
Fazer exercício e praticar técnicas de relaxamento além do uso de Biocaps bula permite controlar algum desequilíbrio emocional que se incite a comer em excesso.
Consome moderadamente alimentos viciantes: suprimi-los totalmente, só aumenta o desejo de consumi-los, mas controlar a sua ingestão, pode ser a melhor opção.
Se você sofre de ansiedade recorre a algum profissional de saúde que lhe ajude a usar as ferramentas certas para conseguir suprimir a ansiedade que muitas vezes é o que te empurra para consumir este tipo de alimentos.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *